Hospital Metropolitano lança projeto em busca da excelência

A iniciativa “Avante Metrô” tem como finalidade fomentar práticas seguras e de qualidade, elevando a excelência do serviço oferecido à população paraense

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, deu a largada para os trabalhos rumo a conquista da certificação ONA 3 – Acreditado com Excelência.

Com o lançamento do projeto “Avante Metrô”, na última sexta-feira (2/7), a unidade deu start na contagem regressiva de diversas ações que antecedem o trabalho de certificação da instituição, que ocorrerá em julho de 2022.

O Metropolitano é referência em traumato-ortopedia e queimados no Norte do país, e manteve sua certificação ONA 2 – Acreditado Pleno, após avaliação realizada em maio deste ano. Agora, a unidade traça a estratégia para a conquista do patamar seguinte, o de excelência.

O Selo ONA é concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), entidade não governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente, por meio da acreditação. Somente no Pará, a Pró-Saúde, gestora do HMUE, já conquistou a certificação ONA, em seus diferentes níveis, para sete unidades públicas e privadas.

A certificação atual já atesta que o HMUE atende aos padrões internacionais de qualidade e segurança assistencial dedicados aos pacientes. “Entramos para a seleta lista dos hospitais públicos mais importantes do Brasil com a certificação. Isso mostra que é possível oferecer um serviço de saúde pública com qualidade e eficiência ao cidadão”, comenta Alba Muniz, diretora Hospitalar da unidade.

Na abertura do evento, Alba destacou a trajetória do hospital e suas conquistas, abordando o engajamento dos profissionais e o sentimento de satisfação em poder oferecer um serviço essencial e de referência. A diretora lembrou ainda que, em 15 anos de história, o HMUE já salvou mais de 265 mil vidas.

“Isso é a soma de tudo que fizemos e conseguimos transformar em experiência. Fizemos isso com um padrão de excelência, que é motivo de nos encher de orgulho e nos dar motivação para fazermos ainda mais”, pontuou a diretora.

O lançamento do projeto “Avante Metrô” levou em consideração a atmosfera do universo desafiador, da importância de sempre avançar, nunca retroceder. Por isso, um foguete produzido com materiais recicláveis, foi a simbologia utilizada para representar o momento especial. “Hoje nos desafiamos e assumimos um compromisso, pois, como se diz popularmente, foguete não dá ré. Avancemos todos nós, juntos”, frisou Alba.

A gerente do Núcleo da Qualidade e Segurança do Paciente, Viviane Lesses, destacou ainda que “a iniciativa tem como objetivo fomentar práticas seguras e de qualidade, elevando a excelência do serviço oferecido à população do Norte do país”.

Conquistas

Em 2020, o hospital do Governo do Pará, sob a gestão da Pró-Saúde, passou a ser signatário do Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas), que reconhece a prática de princípios internacionais nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Em 2019, foi o vencedor do prêmio INOVA SUS, concedido pelo Ministério da Saúde pela criação do primeiro Laboratório de Tecnologia Assistiva (LABTA), com a fabricação de órteses de baixo custo para vítimas de traumatismo e queimaduras. Em um ano de existência, desde a sua criação, o LABTA já produziu quase 2 mil órteses.