Profissionais de enfermagem do Metropolitano são homenageados pelo trabalho frente à pandemia

Nesta terça-feira, 12/5, profissionais de enfermagem ganharam homenagens do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua. A celebração fez parte do Dia Internacional de Enfermagem e reconhece a importância desses profissionais na assistência e restabelecimento da saúde de pacientes.

A unidade, que pertence ao Governo do Pará, sendo gerenciada pela Pró-Saúde, também promove durante todo o mês de maio a campanha “Vocês Estão Fazendo História”, que visa ampliar o respeito e gratidão ao empenho dos profissionais de Enfermagem, especialmente durante essa fase de combate à pandemia.

Entre as homenagens nesta terça-feira no HMUE, todos participaram de um momento de musicoterapia, com o objetivo de possibilitar aos pacientes e profissionais um momento de tranquilidade. Houve ainda uma mensagens de admiração e coragem mencionadas pela gerente assistencial da unidade, Ivanete Prestes e Romerito Margotti, respectivamente.

O reconhecimento chega no período em que o trabalho desses profissionais são cada vez mais necessários. “Nós estamos com ações internas, diferente dos outros anos, onde nos reuníamos para um grande evento. Hoje, por conta da pandemia, buscamos ações diferentes para lembrar deles e mostrar o quanto são importantes por estarem nessa linha de frente. Precisamos estar do lado deles!”, explicou Ivanete Prestes.

Para Romerito Margotti, o enfrentamento ao novo coronavírus expõe esses profissionais ao risco de contaminação diariamente, mas isso não impede que eles estejam prontos para ajudar pacientes que precisam se recuperar. “Chegou o nosso dia, bem no meio de uma pandemia. Com toda certeza do mundo, isso se mistura a várias sensações e hoje, eu desejo força e muita saúde para os nossos colegas, que bravamente lutam contra esse vírus. Sou extremamente orgulhoso por trabalhar com esses anjos de máscaras”.

De acordo com a gerente Corporativa Assistencial da Pró-Saúde, Sandra Miziara, os profissionais de enfermagem desempenham um papel fundamental na assistência ao paciente. “Nesse momento de pandemia, é essencial demonstrar todo o nosso respeito e gratidão pelo trabalho que vêm realizando”, ressalta Sandra Miziara.

As ações também buscam chamar a atenção quanto aos casos de violência contra esses profissionais. Segundo dados levantados pela Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, realizada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em 2015, 26,3% já sofreram violência verbal e 15,6% violência física.

Assistente social – Na próxima sexta-feira (15), é comemorado o Dia do Assistente Social, e todos esses profissionais também serão homenageados pela dedicação fundamental para a população. Ao todo, são 16 profissionais que fazem parte do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE).

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.