Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência passa a integrar projeto voltado para a segurança dos pacientes

Durante evento realizado em Brasília, o HMUE foi um dos hospitais selecionados em todo o país para o projeto “Paciente Seguro”

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA), participou do II Encontro Internacional do Projeto Paciente Seguro, realizado em Brasília, nesta semana. Durante o encontro, foi oficializada a adesão de 45 novas instituições ao Projeto, entre elas o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar.

O evento reúne profissionais de saúde de todas as regiões do país para compartilhar experiências e conhecimento sobre segurança do paciente e qualificação do Sistema Único de Saúde (SUS). A seleção dos hospitais foi realizada pelo Ministério da Saúde após autocandidatura, de acordo com os critérios estabelecidos. “Um evento como este proporciona uma troca importantíssima de conhecimento com outros hospitais, podemos compartilhar as nossas práticas e experiências de sucesso e também absorver e aprender novidades para implementar, de acordo com a experiência apresentada por outras unidades. O foco de todo o trabalho é a segurança nos processos e na prática de atividades assistenciais, evitando eventos adversos e danos aos pacientes”, ressalta Itamar Monteiro, diretor hospitalar do HMUE.

A iniciativa é coordenada pelo Hospital Moinhos de Vento, localizado em Porto Alegre (RS), em parceria com o Ministério da Saúde por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), e consiste em desenvolver ferramentas e técnicas para qualificar o processo assistencial e o cuidado nas unidades do SUS, além de efetivar a implantação do Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). O projeto já apresentou resultados positivos em indicadores assistenciais das 15 unidades que já fazem parte desde 2016, como redução dos percentuais de pacientes com lesão por pressão e de pacientes que sofreram quedas em unidades piloto, além do aumento da adesão à higienização das mãos, importante medida para prevenção de infecções.

A partir de agora, o HMUE e os outros 44 hospitais que entraram nesta segunda fase serão acompanhados ao longo de dois anos, para que possam apresentar os resultados alcançados. “A participação da unidade no projeto é muito importante e com certeza resultará em melhora na assistência e no cuidado com o paciente”, completa o diretor.

Sobre o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência

Referência no tratamento de média e alta complexidades em traumas e queimados para a região Norte pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua (PA), dispõe de 198 leitos operacionais nas especialidades de traumatologia, cirurgia geral, neurocirurgia, clínica médica, pediatria, cirurgia plástica exclusivo para pacientes vítimas de queimaduras, além de leitos de UTI.

O HMUE recebe pacientes da Região Metropolitana de Belém, dos diferentes municípios do Pará e também de outros estados. Em 2018, realizou mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e por imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Fundada em 1967, como Associação Monlevade de Serviços Sociais, em João Monlevade (MG), a Pró-Saúde é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos. Tem sob sua responsabilidade 2.500 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, além de reunir um dos maiores quadros de administradores hospitalares do Brasil, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) que oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros. A entidade faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, em São Paulo, cidade em que também fica localizada a sua Sede Administrativa.