Pró-Saúde avalia processo de gestão do Hospital Metropolitano

Visando manter a excelência dos serviços oferecidos aos usuários nas unidades em que gerencia, a Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desenvolveu uma ferramenta de avaliação para alinhar as equipes para a melhoria contínua da qualidade e segurança assistencial. Conhecido como Requisitos de Apoio à Gestão (RAG), o processo monitora o desempenho das unidades. Nesta semana, a avaliação acontece no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA).

A unidade recebe pelo terceiro ano seguido uma equipe corporativa da Sede Administrativa da Pró-Saúde por uma semana. A equipe de avaliadores formada por Luciane Oliveira, Fernando Paragó, Sandra Miziara, Altemar Paigel, Paula Kobylansky e Theo Hikosaka permanecerá na instituição até a próxima sexta-feira, 30/6.

No Metropolitano, o RAG iniciou na segunda-feira, 26/6. No primeiro dia, os avaliadores participaram de uma palestra com os gestores do HMUE, que tiveram acesso aos itens a serem analisados pelos representantes da Sede Administrativa no decorrer da semana.