Gestores analisam desempenho do Hospital Metropolitano

Um encontro para mensurar o desempenho e a evolução de cada setor do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE). Assim é a reunião de Análise Crítica, que acontece mensalmente no auditório 1 do hospital. Em maio, a Análise Crítica aconteceu nesta quarta-feira, 30/5.

Durante algumas horas, toda a equipe de gestão do HMUE se junta para debater os pontos fortes e onde a instituição precisa melhorar. Assim, as lideranças têm uma visão sistêmica do Metropolitano e conseguem saber o que acontece em cada um dos setores.

Participando pela primeira vez do processo de gestão, a coordenadora de Humanização da unidade, Thais Cabral, viu na reunião um momento de democratização. “É de suma importância. É uma forma de socializar o cumprimento das metas e uma forma de, democraticamente, conseguir alternativas para o cumprimento das metas que não foram alcançadas. É um momento de compartilhamento que faz com que a gestão, de fato, seja democrática”, afirmou.

O diretor-geral do HMUE, Rogério Kuntz, diz que a ferramenta é útil para aprimorar a gestão da unidade. “A evolução da gestão caracteriza uma melhoria no hospital como um todo”, avaliou.