Workshop exercita a liderança dos colaboradores do Hospital Metropolitano

“A primeira coisa que todo mundo deve saber é que você não nasce líder”. Com esta afirmação, a coach Eliene Santos derrubou um dos mitos mais comuns sobre o conceito de liderança. O tópico foi tema do segundo módulo do workshop “Liderança criativa e inspiradora”, realizado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua (PA).

Voltado para colaboradores das áreas de gestão da unidade, o workshop ilustrou características marcantes de líderes inspiradores – e como elas podem ser aplicadas no dia a dia dos gestores do HMUE. Para isso, foram realizados exercícios práticos, nos quais os participantes interagiram em grupos e focaram em pontos como disciplina, resultados, o reconhecimento e a aceitação de feedback.

Em uma das atividades, os alunos assumiram a posição de chefes. Fizeram entrevistas de emprego uns com os outros, para mapear suas características de liderança. Eliene explica que o desenvolvimento de liderança traz horizontes positivos para a toda a instituição. “Se o líder muda sua postura, ele influencia toda a sua equipe. A pessoa vai mudar aqui, vai mudar em casa. Isso influencia gerações inteiras”.

Aprender a liderar

A coach Eliene Santos ressaltou ainda que o fato de a liderança ser um exercício de aprendizagem permite que qualquer um possa ser líder. “Algumas pessoas naturalmente têm um pouco mais de autonomia, mas a liderança é um conceito que pode ser aprendido. Ele não nasce com você. Se você quer ser médico, estuda medicina. Se quer ser administrador, estuda administração. E se quer ser líder, estuda liderança. É importante fazer leituras e buscar inspiração. Isso ajuda muito”, explicou.

Eliene também diz que os novos líderes devem estar em sintonia com os anseios da nova geração de colaboradores que chega ao mercado de trabalho. “Esta geração pede autonomia. Quer criar, colocar a sua marca. Há tempos atrás as pessoas nem se atreviam a fazer isso. Hoje elas querem fazer do seu jeito. E se você é um bom líder, consegue tirar deles o melhor. Para isso, você precisa valorizar e estimular essa autonomia, de uma forma positiva para não perder o controle da situação”, ensinou.

Na mesma lógica apresentada pela coach, a coordenadora de Projetos Sociais e Eventos do HMUE, Roberta Cardins, afirma que o trabalho de fortalecimento da liderança dos gestores é fundamental para a gestão de pessoas. “Devemos ver a diferença que existe entre um chefe e o líder. Todos nós devemos ser líderes e não um chefe. Essa é a ideia que precisamos passar para quem trabalha conosco. Quando trabalhamos o nosso desenvolvimento, também trabalhamos a melhora de quem trabalha com a gente”.

Segundo Roberta Cardins, o workshop deu-lhe uma oportunidade de reavaliação. “Foi a hora de rever nossos pontos positivos e negativos. A partir daí, a gente trabalha mais os positivos e melhora os negativos, para assim conseguirmos bons resultados no trabalho”, apontou.

Assistente administrativo no departamento de Pessoal do HMUE, Patrick Carvalho, acrescenta que o treinamento trouxe novos conhecimentos. “O workshop de liderança me trouxe novidades que irão refletir no meu desenvolvimento pessoal e profissional. Foi uma tarde de autoconhecimento”, comemorou Carvalho.